Música Eletrônica tem aulas abertas na UFRGS

Aberta há apenas duas semanas, a exposição “Música, Ciência e Tecnologia” já é um sucesso de visitação do Museu da UFRGS. Completamente interativa, a mostra está dividida em onze estações musicais, onde o visitante pode gravar sua própria voz e submetê-la a diversos efeitos, tocar bateria eletrônica e até manipular alguns dos mais clássicos instrumentos do gênero, como o Minimoog – popularizado por bandas como Kraftwerk e Pink Floyd – e o Theremin – inventado ainda no início do século XX e que não precisa ser tocado para que soe.

Mutifacetado, o evento inclui não apenas a mostra mas também uma série de atividades, como cursos e concertos. Duas aulas abertas sobre música e tecnologia acontecem nos próximos dias 24 e 25 de agosto – na terça, às 13h30min, com Luciano Zanatta, e na quarta, às 15h30min, com Rodrigo Schramm – ambos professores da graduação em Música da UFRGS. As aulas são abertas ao público, com entrada franca, e acontecem nos próprios espaços expositivos.

O evento também envolve o website do Museu Virtual do Sintetizador, acessível no endereço www.ufrgs.br/mvs, e um documentário realizado em parceria com a UFRGS TV, que traz informações sobre a história da música no gênero e chega aos compositores pioneiros no Rio Grande do Sul.

A curadoria do projeto é do professor do Departamento de Música do Instituto de Artes e coordenador do Centro de Música Eletrônica (CME/UFRGS), Eloy Fritsch. A exposição “Música, Ciência e Tecnologia” ressalta a contribuição da tecnologia eletrônica e da computação para o desenvolvimento da música nas últimas décadas, buscando a inclusão artística, social e tecnológica da comunidade.

O Museu da UFRGS fica localizado à Av. Osvaldo Aranha, 277 – Campus Centro – Porto Alegre – RS. Mais informações pelos telefones (51) 3308-4022 e 3308-3159, pelo e-mail museu@museu.ufrgs.br ou pelo site www.museu.ufrgs.br.

Aberta há apenas duas semanas, a exposição “Música, Ciência e Tecnologia” já é um sucesso de visitação do Museu da UFRGS. Completamente interativa, a mostra está dividida em onze estações musicais, onde o visitante pode gravar sua própria voz e submetê-la a diversos efeitos, tocar bateria eletrônica e até manipular alguns dos mais clássicos instrumentos do gênero, como o Minimoog – popularizado por bandas como Kraftwerk e Pink Floyd – e o Theremin – inventado ainda no início do século XX e que não precisa ser tocado para que soe.

Mutifacetado, o evento inclui não apenas a mostra mas também uma série de atividades, como cursos e concertos. Duas aulas abertas sobre música e tecnologia acontecem nos próximos dias 24 e 25 de agosto – na terça, às 13h30min, com Luciano Zanatta, e na quarta, às 15h30min, com Rodrigo Schramm – ambos professores da graduação em Música da UFRGS. As aulas são abertas ao público, com entrada franca, e acontecem nos próprios espaços expositivos.

O evento também envolve o website do Museu Virtual do Sintetizador, acessível no endereço www.ufrgs.br/mvs, e um documentário realizado em parceria com a UFRGS TV, que traz informações sobre a história da música no gênero e chega aos compositores pioneiros no Rio Grande do Sul.

A curadoria do projeto é do professor do Departamento de Música do Instituto de Artes e coordenador do Centro de Música Eletrônica (CME/UFRGS), Eloy Fritsch. A exposição “Música, Ciência e Tecnologia” ressalta a contribuição da tecnologia eletrônica e da computação para o desenvolvimento da música nas últimas décadas, buscando a inclusão artística, social e tecnológica da comunidade.

O Museu da UFRGS fica localizado à Av. Osvaldo Aranha, 277 – Campus Centro – Porto Alegre – RS. Mais informações pelos telefones (51) 3308-4022 e 3308-3159, pelo e-mail museu@museu.ufrgs.br ou pelo site www.museu.ufrgs.br.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome E-Mail Website
Mensagem

© 1990 - 2018 Quanta Brasil. Todos os direitos reservados.