Microfones DPA melhoram o som de Gloria Estefan

O engenheiro de monitoração da cantora usa mais de 20 microfones DPA para acomodar de forma natural o som dos instrumentos usados nas apresentações orquestrais ao vivo.

Craig Melvin, engenheiro de monitoração de Gloria Estefan

Craig Melvin, engenheiro de monitoração de Gloria Estefan

Quando a vencedora de sete prêmios Grammy® Gloria Estefan canta durante um show ao vivo, seu ouvido está treinado para perceber qualquer imperfeição. É por isso que seu engenheiro de monitoração de longa data, Craig Melvin, confia na precisão dos microfones DPA para eliminar ruídos e capturar o som natural dos instrumentos usados durante os shows orquestrais de Estefan. Para alcançar esse nível de exigência, Melvin depende de uma combinação de microfones compactos cardióides DPA 4023, mini microfones omnidirecionais d:screet™ 4061, microfones instrumentais d:vote™ 4099 e microfones cardióides d:dicate™ 4011.

Melvin utilizou os microfones d:dicate 4011 por anos numa configuração para rock, mas até recentemente, não tinha considerado usá-los como microfones para orquestra. Até ouvir uma apresentação orquestral ao vivo com um som incrível e descobrir que os microfones DPA estavam por trás daquele áudio excelente.

Ele soube na hora que tinha encontrado o microfone para cordas que estava procurando. “Os microfones DPA não passaram pela minha mente quando eu estava procurando por um microfone substituto para cordas”, lembra Melvin. “Então, meus ouvidos foram abertos para as possibilidades desses mics. Microfonação de orquestra é algo bem diferente. Não tem tanta proximidade na microfonação como você vê no rock. Uma vez que Eric Schilling (engenheiro de gravação de Estefan) e eu ouvimos os DPAs usados nos violinos, não tinha como voltar para trás. Adicione a isso os benefícios de fixações, foi moleza.”

Quanto à opinião da Estefan sobre os microfones, Melvin diz, “Gloria não só é uma cantora realizada, mas uma grande musicista também, por isso ela percebe as sutilezas em seu áudio. Eu sou responsável pelo que ela ouve em seus fones de monitoração. Ela sabe como as coisas devem soar e consegue perceber qualquer compressão na hora. Ela tem um ouvido muito bom, e logo que acabamos de gravar o CD The Standards com uma orquestra em estúdio, eu fiquei feliz em ouvir os comentários positivos dela sobre o som vivo que alcançamos com os microfones DPA”.

“Os microfones DPA são confiáveis, muito mais consistentes do que outros microfones que nós usávamos”, Melvin explica. “Nossa linha de pensamento foi, se a DPA está fazendo microfones para cordas, então esses são os mics que precisamos. Simples assim. Nós fizemos alguns shows com orquestra e foi aí que eu comprei todos os mics DPA. Eu queria ter aquela consistência em todos os shows dali para frente.”

Agora, com uma variedade de microfones DPA em seu arsenal, Melvin está sempre preparado para experimentar diferentes combinações a fim de alcançar o melhor som possível. “Nós fizemos um show com o DPA d:vote 4099 no piano Steinway e mantivemos o d:screet 4061 em seu interior. Eu estava impressionado pelo quão bom soou”, ele observa. “O d:vote funciona muito bem para o Steinway, e a fixação magnética facilita bastante”.

DPA d:vote 4099v

DPA d:vote 4099v

A fixação do d:vote para os violinos, violas e violoncelos permite que os músicos ajustem facilmente o posicionamento dos mics a fim de alcançar conforto sem comprometer o som durante um show. Incluso na coleção do Melvin está o d:dicate™ 4011, que é ideal para instrumentos que precisam de microfonação próxima, seja ao vivo ou no estúdio. Isso permite precisão, resposta não direta uniforme e baixa distorção do som natural. Melvin usa atualmente o 4011 para flautas e saxofones.

Mesmo hoje, Melvin considera adicionar mais microfones DPA para auxiliar nas suas demandas de monitoração, pensando agora na bateria. “Eu estava pensando em pegar algumas fixações d:vote para bateria,” ele acrescenta. “Eu ouvi pessoas dizendo que eles funcionam muito bem nos tons e tambores. Eu usei a versão original dos 4011s com o 4003 Omni no início da minha carreira com a Gloria para o bumbo e caixas. Nós fizemos uma apresentação um tempo atrás onde usamos um par de 4003 na bateria com um microfone separado para o bumbo, e foi perfeito para aquele estilo jazz.”

Estefan lançou recentemente seu 23º álbum de estúdio, The Standards, que recebeu uma indicação ao Grammy por Melhor álbum pop vocal tradicional.

Quer mais informações sobre os microfones da DPA? Acesse agora mesmo o site da Quanta AV-Pro.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Nome E-Mail Website
Mensagem

© 1990 - 2019 Quanta Brasil. Todos os direitos reservados.